• Rosa Maria Paulino

Qual é sua estratégia para procurar emprego?

Imagine tentar chegar a um destino a 1.000 km de distância, sem ter um mapa ou endereço. Você possivelmente chegaria lá em algum momento, mas certamente levaria muito mais tempo do que o necessário. Acontece o mesmo com a busca de um emprego. Não ter uma estratégia definida pode significar levar mais tempo no processo e sofrer alguns percalços no caminho.

Muita gente se lança de cabeça no processo, ansiosa por voltar a trabalhar, mas buscar um emprego sem ter uma estratégia previamente definida pode rapidamente se tornar um processo aleatório e improdutivo. Responder a todos os anúncios sem avaliar se são compatíveis com suas expectativas, enviar dezenas de currículos sem priorizar as oportunidades mais interessantes e não ter objetivos e formas de avaliar seu progresso, na maioria das vezes resultam em frustração e sentimento de impotência.

Alguns sintomas de que você precisa de uma estratégia em sua busca de emprego:

  1. Objetivo de trabalho indefinido (“Eu posso fazer qualquer coisa”)

  2. Falta de uma agenda diária (“O que eu deveria fazer hoje?”)

  3. Medir o sucesso pelo número de currículos enviados

  4. Falta de diversificação nas atividades relacionadas à busca de emprego (“O que mais eu posso fazer?”)

  5. Frustração ou desânimo (“Eu tentei de tudo e nada funcionou”)

  6. Nível errático de atividades, como por exemplo, correr para enviar um lote de currículos e depois ficar dias sem que algo aconteça.

  7. Falta de consistência e de objetivos no uso de ferramentas como o Linkedin, Facebook, etc.

  8. Progresso mínimo (“Sinto que não estou saindo do lugar”)

Você pode superar esses fatores através da adoção de uma estratégia bem elaborada para se apresentar ao mercado de trabalho. Sua estratégia deveria incluir:

  1. Um objetivo de carreira claro e realista:

  2. Saiba o que você quer fazer

  3. Saiba o que está qualificado para fazer

  4. Saiba o que o mercado procura

  5. Se não houver demanda em sua área, prepare-se para fazer uma transição de carreira

  6. Materiais cuidadosamente preparados para divulgar seu potencial e sua experiência (currículo, carta de apresentação, etc.)

  7. Atualize seu currículo – prepare-o de forma que possa ser customizado para cada oportunidade

  8. Prepare uma carta de apresentação que possa ser customizada para cada oportunidade

  9. Atualize seu perfil no Linkedin

  10. Um plano de marketing que utilize múltiplos canais para gerar oportunidades de emprego

  11. Priorize o networking como a forma mais efetiva de encontrar oportunidades

  12. Incorpore as mídias sociais em sua estratégia

  13. Mantenha o foco ao responder aos anúncios de emprego

  14. Escolha consciente de como vai dividir seu tempo entre as várias atividades

  15. Reserve tempo para continuar a se atualizar sobre as melhores práticas na busca de emprego

  16. Reserve tempo para continuar a expandir seu network

  17. Reserve tempo para manter suas habilidades afiadas (aprenda, ensine) e seu currículo atualizado (acrescente suas novas realizações ao currículo)

  18. Um sistema para gerenciar e manter organizados seus contatos, oportunidades, lista de tarefas e etapas do processo

  19. Um plano – passo a passo –para implementar sua estratégia

  20. Desenvolva uma lista de objetivos diários, semanais e mensais

  21. Estabeleça uma rotina que inclua o agendamento de todas as atividades

  22. Celebre seu progresso no atingimento dos objetivos estabelecidos

  23. Um método simples mas consistente, para acompanhar seu progresso com relação aos objetivos traçados

Criar uma estratégia de busca de emprego requer algum tempo e esforço no início, mas trará resultados mais rápidos e produtivos no curto e no médio prazos. Ao invés de pensar no que precisa fazer a seguir, você vai começar cada dia com um sentimento de propósito e energia renovada, ao perceber que progride continuamente em direção a seu objetivo.

#CV #mercadodetrabalho #network #mídiassociais #perfil #currículo #objetivodetrabalho #emprego #experiência