Untitled Page
QUER SABER MAIS
SOBRE TRABALHO & CARREIRA?


Consulte nossos artigos sobre o assunto.

Clique aqui.
Planejamento de vida,
carreira e finanças
para maiores de 40
Trabalho & Carreira
NETWORKING? O QUE É ISSO?
Em poucas palavras, networking pode ser descrito como “fazer e  manter contato com pessoas”. Que pessoas?

Gente que trabalha ou trabalhou com ou para você. Pessoas para as quais você trabalhou.
Contatos pessoais, profissionais de áreas de atuação diferentes da sua, amigos, familiares, e basicamente todo mundo que você conheça ou venha a conhecer.

Networking significa desenvolver relacionamentos benéficos - não apenas para você, mas para os outros também. O verdadeiro networking se baseia em relacionamentos honestos e autênticos, em que há suporte e ajuda mútua. Seu network pode ser inicialmente constituído de um pequeno número de pessoas, mas você deveria estar continuamente buscando ampliá-lo, independente de sua situação atual de trabalho.

A importância do networking para seu sucesso profissional vai muito além do fato de essa ser atualmente a estratégia responsável pela maior parte das contratações pelas empresas. Você sabia que 80% das ofertas de emprego nem chegam a ser formalmente anunciadas? Elas são preenchidas através de indicações. Com a atual situação da economia e do mercado de trabalho, existem mais razões do que nunca para construir e fortalecer seu network.

Para algumas pessoas, iniciar um network pode parecer difícil e atemorizante, mas o processo é muito mais simples e indolor do que parece.

Por Onde Começar?

Primeiramente, tenha preparado o que é conhecido em inglês como “discurso de elevador”. O nome já indica que se trata de algumas frases bem escolhidas, capazes de contar sua história profissional no tempo que um elevador levaria para ir do primeiro ao último andar de um edifício. Ou seja, algo em torno de 30 a 90 segundos, dependendo da situação.

O discurso de elevador é útil em várias situações e você deve ter um pronto para ser usado em qualquer hora e em qualquer lugar. Ele pode ser informal em uma conversa individual ou um pouco mais elaborado quando você estiver se apresentando a um grupo. Ele também pode ser útil em uma entrevista, quando for pedido que você fale um pouco sobre si ou justifique porque a empresa deveria contratá-lo. Você ainda pode usá-lo ao ligar para potenciais empregadores ou ao deixar uma mensagem na caixa postal de um headhunter.

Resista à tentação de exagerar, e não confunda esse discurso com um currículo. Ele não deve ser uma lista de títulos e posições de trabalho.  Seja direto e conciso, mas crie um “gancho”, algo que deixe seu ouvinte interessado em saber mais sobre você. Se for preciso, coloque no papel e pratique em casa, com seus familiares, até que ele soe natural e espontâneo. Se a situação permitir, esteja preparado para solicitar um cartão de visita ou propor uma entrevista.

Se estiver empregado, utilize seus cartões de visita corporativos. Se estiver desempregado no momento, providencie a impressão de cartões de visita com seu nome, endereço e dados para contato, como telefones e email. Falando em email, por favor, certifique-se de ter um endereço de email profissional e não algo como Luizão33@... ou stmg2398@... Sob seu nome, coloque “Consultor”, ou sua ocupação, como por exemplo, “Gerente Financeiro”. Dê seu cartão a toda pessoa que demonstre interesse em seu trabalho ou em fazer parte de seu network. Se ela se oferecer para recomendá-lo a outras pessoas, dê-lhe cartões adicionais.

Mantenha seu currículo atualizado e pronto para ser enviado imediatamente, caso solicitado. Dependendo de sua ocupação e segmento de mercado, pode ser necessário ter uma versão em inglês.

Comece a pensar em cada lugar ao qual você vai como uma oportunidade de conhecer pessoas. Você nunca sabe quem irá encontrar, então esteja sempre preparado.

Construindo seu Network

·Faça uma lista com o nome dos colegas de trabalho, em todas as empresas em que atuou. Pense não apenas em seus pares, mas também nas pessoas às quais você se reportou e naquelas que se reportaram a você.

·Inclua em sua lista as pessoas com as quais teve contato profissional: clientes, fornecedores, pessoas que ocuparam posição similar em outras empresas, colegas de associações relacionadas à sua área de atividade.

·Aumente sua lista pedindo a seus amigos e familiares que indiquem seus contatos profissionais mais próximos - muitas empresas contam com a indicação dos próprios funcionários para preencher suas vagas.

·Acrescente seus contatos pessoais: vizinhos, parentes, amigos, pessoas que façam parte de grupos culturais, religiosos e esportivos dos quais você participe.

·Complete sua lista com os nomes dos profissionais que prestam serviços eventuais a você, como seu médico, dentista, arquiteto, contador. Quanto mais diversificado seu network, mais oportunidades de troca você terá.

·Não considere essa lista como concluída. Conhecer pessoas é um processo rico e gratificante, que você deveria adotar como parte de seu dia a dia. Portanto, retome o contato com pessoas que não vê há longo tempo, envolva-se com novas atividades - independente de quaisquer oportunidades de trabalho, sua vida ficará muito mais interessante, acredite.

Fazendo Contato

·Mantenha contato regular com essas pessoas, principalmente se você não estiver precisando delas. O contato regular irá estreitar os vínculos e transformar um contato puramente profissional em uma relação social. Telefone, troque emails ou convide para um cafezinho. Atenção: nunca abuse dos emails, enviando mensagens sem conteúdo, piadas ou correntes.

·Envie artigos de interesse para seus contatos, juntamente com uma breve nota. Comente uma entrevista que alguém tenha dado a uma publicação ou alguma matéria jornalística sobre o crescimento da empresa. Prometeu enviar alguma coisa? Envie o mais rápido possível. Cumprimente seus contatos por suas promoções, premiações ou realizações profissionais de destaque. E faça este tipo de gentilezas sem esperar nada em troca.

·Para desenvolver relacionamentos autênticos, você precisa estar verdadeiramente interessado nas outras pessoas, no que elas pensam, fazem e nos pontos que vocês têm em comum.

·Quando estiver conversando com alguém, não fique olhando ao redor para ver quem mais você pode contatar. E só peça algo quando já tiver estabelecido um vínculo com aquela pessoa.

·Sempre que você conhecer alguém novo e interessante, envie um breve email dizendo como foi agradável conhecê-lo. Se você quiser aprofundar esse contato, convide-o para um café ou algo casual para que possam conversar mais um pouco.

·Seja um recurso valioso para as pessoas de seu network. Divida com elas informações interessantes ou importantes que você possa ter. Promova a interação entre as pessoas que você conhece com os mesmos interesses. 

·Especialize-se. Estude e se transforme na pessoa que mais sabe sobre determinado assunto. Escreva artigos sobre esse assunto para o jornalzinho local ou envie por email para seus contatos. Deste modo, as pessoas procurarão por você com freqüência, quando precisarem de uma informação sobre esse assunto.

·Aproveite as oportunidades de contato com pessoas que detenham características e habilidades que você não tem para aprender com elas. Lembre-se de agradecer pelo que tiver aprendido.

·Desafie-se. Saia de sua zona de conforto e ofereça-se para atuar em projetos de outras áreas, participe de eventos relacionados à sua atividade ou áreas de interesse. Freqüente lugares novos, em que pessoas com o perfil com o qual você se identifica costumam se reunir ou onde você possa encontrar pessoas de outras áreas mas de alguma forma relacionadas a atividades de seu interesse.

·Se você já está familiarizado com redes sociais como o Linkedin, Facebook, Twitter  e outras, você pode usá-las como aliadas. Em sites como o Linkedin, você também pode ingressar em comunidades que reúnem pessoas com interesses comuns, aumentando exponencialmente seu network. Se você não sabe do que estamos falando, peça a alguém - seu filho, por exemplo - que o ajude a conhecer esses recursos.

·Jamais se esqueça de agradecer às pessoas que prestarem qualquer tipo de ajuda, mesmo quando o resultado final não for aquele esperado. Se você aprendeu algo com elas, agradeça. Lembre-se: você não é o único que busca reconhecimento.

Como usar o network

Como você pode ver, criar um network e mantê-lo não é difícil. O maior problema costuma ser o fato de as pessoas só pensarem em networking no momento em que precisam de ajuda. Nesta situação, superar a timidez ou embaraço de admitir que esta desempregado fica muito mais difícil.

Se este for o seu caso, não pense que estará competindo com as mesmas pessoas com as quais vai estar compartilhando informações. Não é verdade. Há poucas chances de você estar concorrendo ao mesmo emprego, na mesma indústria ou na mesma empresa que outra pessoa de seu círculo de contatos.

Não se sinta constrangido em pedir ajuda, afinal networking é uma prática comum e você não está pedindo favores. Você está pedindo - e oferecendo - ajuda a várias pessoas de seu relacionamento, que certamente ficarão felizes em poder ajudá-lo.

Muito bem, você conseguiu superar a timidez, conversou com a pessoa mas não sabe como puxar o assunto? Que tal:

· "Eu gostaria de ficar com o seu cartão e aproveitar para lhe dar o meu, juntamente com meu currículo...”
· "Você poderia sugerir alguma empresa em seu segmento que eu pudesse contatar?”
· "Eu gostaria de poder dar mais detalhes sobre minha experiência. Posso convidá-lo para um café na próxima semana?”

Estar desempregado deixou há muito tempo de significar fracasso ou falta de competência. A economia desacelerou, as regras de mercado mudaram você perdeu seu emprego e está procurando por outro. Diferente da geração de nossos pais, você provavelmente já trabalhou para várias empresas e ainda vai trabalhar para outras tantas antes de se aposentar.

Mesmo que networking seja algo novo para você, pense nisso como uma nova habilidade que você estará desenvolvendo. E da qual você não vai poder escapar, se quiser ser bem sucedido profissionalmente. Assuma o controle de sua carreira e orgulhe-se de seus esforços para manter e aprimorar sua história profissional.
Futuro
Sob
Medida
Para acessar o
conteúdo exclusivo
para assinantes,
faça seu login.

Ainda não possui
uma senha?
Cadastre-se agora.
É grátis!
Social icons
Envie 5
Menu Bar
Cadastre-se
e receba uma notificação sempre que um novo conteúdo for adicionado
.

Clique aqui.
ARTIGOS RECENTES
VOCÊ SABE ONDE PROCURAR TRABALHO?
Encontrar trabalho pode não ser fácil, mas também
não é uma tarefa impossível.
E esse desafio aparente fica
mais fácil se você tiver um objetivo claro a ser atingido
e um caminho a seguir.



Mais
...
imagine então o que isso representa para aquelas com mais de 50 anos. Se você não tem passado por isso há algum tempo, vai se surpreender com as mudanças ocorridas nos últimos anos...

Mais...
COMO PROCURAR EMPREGO NA ERA DIGITAL
Se procurar trabalho em época de crise econômica é um desafio para qualquer pessoa,
Começar um negócio próprio depois dos 50 anos é mais
QUE TAL TER SEU PRÓPRIO NEGÓCIO?
comum do que parece - pessoas nessa faixa etária têm maior experiência e estabilidade financeira. Ainda assim, sair de um salário garantido para a incerteza de um negócio próprio requer um planejamento cuidadoso.

Mais...